19 de dezembro, 2022 ines.gaiola@c21tipyfamily.com

Crédito habitação sem vinculação: quais as vantagens e desvantagens

Contratar um empréstimo da casa sem produtos associados permite ter mais liberdade de escolha. Mas pode sair mais caro.

Quando uma família está a procurar um crédito habitação para comprar casa é muito comum encontrar empréstimos que oferecem condições mais vantajosas, se forem contratados em conjunto com outros produtos bancários. É o que se costuma chamar de hipotecas vinculadas. Embora os bancos em Portugal não possam obrigar os clientes a contratar ‘extras’ para conceder o empréstimo, é muito comum reduzirem o spread como “bónus”. Mas será melhor contratar um crédito habitação com ou sem vinculação? Explicamos neste artigo.

Contratar um crédito habitação com um spread contratualizado mais baixo pode ser apetecível para as famílias, já que, muitas vezes, acaba por reduzir o valor das despesas com o empréstimo. Mas nada é de graça: os bancos só concedem spreads mais baixos, se as famílias contratualizarem outros produtos bancários, como cartões de crédito e seguros.

Neste artigo, explicamos quais são as vantagens e desvantagens das hipotecas sem vinculações e o que deves ter em conta antes de tomar a decisão:

O que é uma hipoteca não vinculada?

Quando se fala em crédito habitação sem vínculos, significa que o empréstimo não tem outros produtos bancários associados. Ou seja, estas hipotecas são contratadas com spread base, que é mais caro que o spread contratado, tal como explicamos aqui.

Que produtos podem ser associados a um crédito habitação?

Os produtos associados ao crédito habitação são muito variados. Em suma, são produtos que o banco comercializa juntamente com o empréstimo habitação e que, caso sejam contratados, fazem com que o banco melhore as condições em que o empréstimo é concedido. Por exemplo, através de uma redução na taxa de juro, por via da descida do spread.

Recorde-se que, no caso dos créditos habitação de taxa variável, a taxa de juro aplicada – a denominada Taxa Anual Nominal (TAN) – resulta da soma do spread (lucro do banco) com a taxa Euribor contratada.

Estes são alguns produtos bancários associados aos créditos habitação que permitem reduzir o spread e, por conseguinte, a taxa de juro:

  • Conta corrente (ou conta de qualquer outro tipo);
  • Domiciliação do salário;
  • Cartão de crédito ou débito;
  • Plano de pensões;
  • Seguro de vida;
  • Seguro residencial;
  • Seguro de proteção de pagamento: é ativado quando o credor hipotecário perde o emprego, por exemplo.
Spread no crédito habitação
Pexels

Como encontrar créditos habitação sem produtos adicionais?

Encontrar uma hipoteca sem vínculos é mais fácil do que possa parecer. Basta dizer aos bancos que pretendes conhecer as ofertas de crédito habitação sem produtos associados e eles apresentar-te-ão as condições. Recorda-te que os bancos não podem deixar de conceder um empréstimo da casa se resolveres não contratar produtos adicionais.

Vantagens do crédito habitação sem produtos associados

Há vantagens em contratar um crédito habitação sem produtos associados, como:

  • Evitam adquirir mais obrigações de pagamento com o banco;
  • É possível procurar outras entidades ou empresas que nos ofereçam os mesmos serviços (produtos associados) a preços mais baratos;
  • Evitamos produtos associados que não precisamos ou não vamos usar, representando assim um gasto adicional desnecessário. Graças à hipoteca sem vínculos é possível evitar estas despesas extra.

Desvantagens das hipotecas sem produtos associados

Embora as hipotecas que não tem produtos associados também têm desvantagens que importa conhecer antes de tomar a decisão de contratar um crédito habitação vinculado ou não. As principais desvantagens das hipotecas sem vínculos são:

  • Poderá se acabar por pagar mais dinheiro se se contratar os produtos associados a diferentes entidades em vez de aproveitar a oportunidade de contratá-los junto com o crédito habitação;
  • Ao não contratar os produtos associados, as condições de contratação do crédito habitação podem variar, levando-nos a pagar mais dinheiro pelo empréstimo em forma de juros (por via do spread), uma vez será aplicado o spread base que geralmente é superior ao spread contratualizado.

Antes de escolher o tipo de crédito habitação que pretendes contratar (com ou sem vinculações), o melhor mesmo é comparar diferentes ofertas e avaliar bem as suas vantagens e desvantagens. Depois, é importante analisar o conjunto de empréstimos habitação que realmente te oferecem condições que te interessam e que se adaptam perfeitamente às tuas preferências e necessidades enquanto cliente.

Fonte: Idealista