12 de janeiro, 2020 rcruz

Transtejo lança concurso de 57M€ para aquisição de dez navios eléctricos

A Transtejo lança hoje, terça-feira, o concurso internacional para a aquisição de dez navios de propulsão eléctrica para as ligações fluviais entre a Margem Sul e Lisboa, num investimento de 57 milhões de euros. A entrega das novas embarcações “100% eléctricas” deverá acontecer “entre 2022 e 2024”, adianta uma nota da empresa.

“A solução alternativa articula-se com a estratégia nacional para as alterações climáticas e com os objectivos fixados para as metas de descarbonização da sociedade”, explicou.

Trata-se de um investimento na ordem dos 57 milhões de euros, que, segundo a Transtejo, se deve à necessidade de “concretizar o processo de renovação da frota”, que se mantém inalterada após “a extinção do anterior procedimento concursal”. Para além destas razões avançadas pela empresa, haverá que acrescentar o acréscimo de utentes que utilizam este meio de transporte entre as duas margens do Tejo, em virtude do aumento da população residente nos concelhos da margem Sul como consequência do aumento dos preços do imobiliário em Lisboa e, também, da nova política de transportes com a introdução do passe para a Área Metropilitana.

Em Fevereiro de 2019 foi publicada em Diário da República uma portaria que autorizava o concurso para a aquisição de dez navios para a Transtejo, num investimento de 90 milhões de euros que previa a chegada de três embarcações já em 2021.

No entanto, este procedimento acabou por ser anulado em Dezembro do ano passado, devido à “não demonstração pelos concorrentes do cumprimento dos requisitos de capacidade técnica exigidos”, adiantou o secretário de Estado da Mobilidade, Eduardo Pinheiro ao Jornal de Negócios.

A Transtejo assegura as ligações fluviais entre o Seixal, Montijo, Cacilhas e Trafaria/Porto Brandão a Lisboa.

Fonte: Diário Imobiliário